FGTS: Quem não teve depósito deve ir à justiça

Em entrevista para o Jornal o Dia, expliquei a situação das 198.700 empresas que deixaram de depositar R$ 24,5 bilhões nas contas do FGTS. O levantamento foi feito com base em informações da Caixa Econômica Federal e da Procuradoria-Geral da Fazenda (PGFN).

”O primeiro passo para recuperar essas perdas é entrar no site da Caixa Econômica Federal e consultar ou imprimir o extrato da admissão até a demissão e verificar se todos os depósitos foram feitos pela empresa que trabalhou. O melhor fiscal do Fundo de Garantia é o próprio trabalhador”.

Clique para ampliar

Deixe seu comentário

Cadastre-se e receba em seu email as nossas novidades e dicas!